Es.Col.A da Fontinha

<<O Hugo quer acrescentar qualquer coisa: “Tem de ser, claro, que nós não somos missionários, nem temos o espírito de que estamos aqui para interagir com os pobrezinhos e dar-lhes coisas que eles não têm e assim ganhar-lhes a simpatia, isso é coisa de políticos. Nós fazemos coisas com eles de uma forma solidária”, conclui. Ao longe ouve-se o rap dos jovens da Fontinha: “ Estratégia solidária, consciência e obra. A nossa escola está de volta. O povo manda.”>>

http://www.ionline.pt/portugal/anarquistas-uma-escola-okupada-no-coracao-porto

 

Share

Leave a comment

Your email address will not be published.

Please translate into algarisms * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.