Insónia por Nuno Galopim

“Eis mais um interessante exemplo de cruzamento de linguagens e, mais que tudo, vivências. Tiago Sousa ( que assina as composições) começou pelo piano, descobrindo cedo um interesse quer pela música de Chopin quer pelas obras dos impressionistas. Insónia é um disco que, com as características de um auto-retrato, nos dá conta de como essas memórias antigas retomaram protagonismo na procura de uma identidade que assim se nos revela ainda em construção, sem polimento, crua e honesta. Acompanhado por João Correia (percussão) e Ricardo Ribeiro (clarinete), Tiago vive acima das fronteiras dos géneros, traçando um mundo seu onde as heranças “clássicas” partilham espaço com ideias que escutou noutras vivências mais próximas do underground nas perfierias da cultura pop/rock. Assim entende uma música que ora ecoa a Satie ou Debussy, ora sublinha marcas do tempo que vivemos. E que, acima de tudo, tenta expressar tão fiel quanto possível que músico é este e o que procura. com edição em vinil, Insónia não é o destino final, mas um caminho. Mantenhamo-nos acordados para o acompanhar.”

Diário de Notícias – Notícias Sábado.

4/5

Share

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.